quarta-feira, 3 de agosto de 2011

já ninguém olha pela janela - No one looks out of the window

cerrou-se aquela janela....onde ouve risos de criança, acenos a namorados, lágrimas de quem espera quem vai chegar tarde ou nunca mais vai chegar...
...o casal de velhinhos que costumava debruçar-se na janela, por não ter já pernas para descer tanta escada...partiu um...do outro já só se passaram a ver uns cabelos brancos, sem olhos, a espreitar à beira da janela...também esses partiram...ficaram restos de flores e as marcas dos passarinhos que dantes aqui vinham comer as migalhinhas....

1 comentário:

Francisco Oliveira disse...

Isto por aqui está cada vez mais bonito.